Desafios e Recomendações à Atenção Oncológica durante a Pandemia da Covid-19

  • Chuade Cachoeira do Nascimento Médica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). Parnaíba (PI), Brasil.
  • Pedro Henrique dos Santos Silva Acadêmico de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). Parnaíba (PI), Brasil.
  • Sara Sabrina Vieira Cirilo Fisioterapeuta. Graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal do Piauí. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Universidade Estadual do Maranhão. Caxias (MA), Brasil.
  • Franciele Basso Fernandes Silva Doutora em Patologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professora-Adjunta do Curso de Medicina da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). Parnaíba (PI), Brasil.
Palavras-chave: Neoplasias/prevenção & controle, Infecções por Coronavirus, Administração dos Cuidados ao Paciente, Pandemias

Resumo

Introdução: A pandemia da doença causada pelo coronavírus 2019 (Covid-19) impactou o cotidiano da humanidade e do sistema de saúde mundial. Os pacientes oncológicos representam uma população de risco por apresentarem desfechos desfavoráveis quando infectados. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar as recomendações para o manejo da população oncológica durante essa pandemia. Método: Utilizaram-se as plataformas PubMed e BVS para a seleção de artigos referentes ao manejo de pacientes com câncer no decorrer da pandemia da Covid-19, resgatando-se 16 publicações que satisfizeram os critérios de inclusão e exclusão. Resultados: Todas as publicações reforçaram a necessidade de estratégias específicas para o manejo dos pacientes oncológicos e a importância de medidas de prevenção contra a infecção pela síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 (Sars-CoV-2). Os estudos discorreram sobre o tratamento ativo, cuidados paliativos e a saúde mental dos pacientes e profissionais de saúde. Apesar da sua importância, temas como o impacto futuro do atraso no diagnóstico e dos procedimentos cirúrgicos foram abordados em menos da metade dos estudos. Inexistem protocolos unanimes para o manejo dos pacientes oncológicos durante a pandemia. Conclusão: O manejo ideal é equilibrar medidas preventivas ao contágio pelo vírus e estratégias para oferecer o melhor tratamento contra as neoplasias, considerando as características de cada caso, o bem-estar dos pacientes e dos profissionais de saúde, o impacto dos diagnósticos tardios e o acúmulo de cirurgias para o manejo atual e futuro dos pacientes oncológicos e do sistema de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-09-25
Como Citar
1.
Nascimento CC do, Silva PH dos S, Cirilo SSV, Silva FBF. Desafios e Recomendações à Atenção Oncológica durante a Pandemia da Covid-19. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 25º de setembro de 2020 [citado 5º de agosto de 2021];66(TemaAtual):e-1241. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/1241