Avaliação do Risco Nutricional de Pacientes Oncológicos Atendidos no Ambulatório da Unacon em um Hospital de Referência por meio da ASG-PPP

  • Elenise da Silva Mota Hospital Universitário João de Barros Barreto. Universidade Federal do Pará (UFPA). Belém (PA), Brasil.
  • Regina Cely Marques Monteiro Centro Universitário do Estado do Pará. Belém (PA), Brasil.
  • Keyce Lianne Siqueira Menezes Centro Universitário do Estado do Pará. Belém (PA), Brasil.
Palavras-chave: Avaliação Nutricional, Neoplasias/tratamento farmacológico

Resumo

Introdução: O câncer e uma doença crônica multicausal, caracterizando-se pelo crescimento desordenado, rápido e invasivo das células, alterando o seu material genético. Esta associado a diversas alterações no trato gastrintestinal, podendo levar o paciente a desnutrição e a caquexia. Objetivo: Avaliar o risco nutricional, utilizando a Avaliação Subjetiva Global produzida pelo Próprio Paciente (ASG-PPP) de pacientes oncológicos em tratamento quimioterápico. Método: Estudo transversal, analítico, realizado com pacientes em tratamento quimioterápico atendidos no ambulatório com dados coletados da ASG-PPP. Resultados: Dos 78 pacientes analisados, a maioria era do sexo feminino (68,82%) com idade entre 54+15 anos. Os tumores prevalentes foram do esôfago e gástrico (23,08%) e mama (23,08%). As pacientes com tumor localizado na mama (52,38%) apresentaram náuseas, vômitos e os odores provocavam enjoo. Observou-se que um percentual importante de pacientes relatou que estava comendo menos do que o normal, 44,83% do sexo masculino e 32,64% do sexo feminino. Na analise do risco nutricional, o risco critico foi recorrente entre os pacientes do estudo, sendo o grupo do tumor no rim o de maior participação (100%). Não houve diferença significativa na avaliação do diagnostico nutricional (p<0,05), entretanto, foi verificado que grande parte dos pacientes apresentou algum tipo de necessidade de intervenção nutricional ao unir as três primeiras categorias. Conclusão: A realização da avaliação e do acompanhamento nutricional nos pacientes pode evitar ou minimizar os efeitos das alterações decorrentes da doença, proporcionando um impacto positivo na  qualidade de vida do paciente oncológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-07
Como Citar
1.
da Silva Mota E, Marques Monteiro RC, Siqueira Menezes KL. Avaliação do Risco Nutricional de Pacientes Oncológicos Atendidos no Ambulatório da Unacon em um Hospital de Referência por meio da ASG-PPP. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 7º de fevereiro de 2020 [citado 8º de março de 2021];65(4):e-15267. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/267
Seção
ARTIGO ORIGINAL