Acessibilidade da População Negra ao Cuidado Oncológico no Brasil: Revisão Integrativa

  • Janaína Santos Paulista Egressa do Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Paula Gonçalves Assunção Egressa do Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Fernando Lopes Tavares de Lima Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
Palavras-chave: Neoplasias, Saúde das Minorias Étnicas, Grupo com Ancestrais do Continente Africano, Acesso Universal aos Serviços de Saúde

Resumo

Introdução: Tem-se apontado a persistência de desigualdades raciais na acessibilidade a bens e serviços de saúde, estando o indivíduo com câncer inserido nesse contexto. Objetivo: Analisar os fatores que impactam a acessibilidade da população negra ao cuidado oncológico no Brasil. Método: Por meio de uma revisão integrativa da literatura, buscaram-se, nas bases PubMed, LILACS e Embase, artigos originais publicados em português, inglês e espanhol sem limite temporal. Resultados: Foram incluídos 13 artigos, analisados a partir do tipo de câncer abordado: câncer de mama, câncer ginecológico, câncer de próstata e câncer de cavidade oral. Conclusão: As desigualdades raciais e socioeconômicas refletem nas ações de acessibilidade ao cuidado oncológico, maioritariamente na detecção precoce. Independentemente do tipo de câncer e das formas de diagnóstico e de tratamento, é inegável a dificuldade do paciente negro aos cuidados oncológicos por razões de natureza social e econômica. Os profissionais de saúde deveriam assegurar o atendimento à população negra ao mesmo nível prestado aos demais grupos sociais para garantir e superar as barreiras de acesso aos bens e serviços de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-27
Como Citar
1.
Santos Paulista J, Gonçalves Assunção P, Lopes Tavares de Lima F. Acessibilidade da População Negra ao Cuidado Oncológico no Brasil: Revisão Integrativa. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 27º de janeiro de 2020 [citado 7º de dezembro de 2021];65(4):e-06453. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/453
Seção
REVISÃO DE LITERATURA