Categoria dos Manuscritos

São considerados para publicação os seguintes tipos de manuscritos:

  • Artigos Originais – são artigos nos quais são informados os resultados obtidos em pesquisas originais, utilizando abordagens quantitativas ou qualitativas. Também são considerados originais as pesquisas de conteúdo histórico e os artigos metodológicos cujo foco seja os processos de coleta, análise e interpretação dos dados.

    Como estrutura, devem apresentar introdução, método, resultados, discussão, conclusão e referências.

    O máximo é de 6 mil palavras, incluindo o corpo do manuscrito e as referências somadas.

    As figuras, tabelas e gráficos somados não devem ultrapassar o número de cinco e cada uma delas deve ocupar uma lauda.

  • Artigos de Revisão da Literatura – trata-se de artigos de revisão crítica da literatura sobre um tema ou problema específico. Devem ser descritos os tipos de revisão (integrativa ou sistemática que deverá ter seu protocolo publicado ou registrado em uma base de registro de revisões sistemáticas, como por exemplo, o PROSPERO), os métodos e procedimentos adotados para a realização do trabalho. A interpretação e conclusão dos autores devem estar presentes.

    Como estrutura, devem apresentar introdução, método, resultados, discussão, conclusão e referências.

    O máximo é de 8 mil palavras, incluindo o corpo do manuscrito e as referências somadas.

    As figuras, tabelas e gráficos somados não devem ultrapassar o número de cinco e cada uma delas deve ocupar uma lauda.

  • Artigos de Opinião – trata-se de opinião qualificada dos autores sobre tema específico em controle do câncer. Serão publicados por solicitação dos editores ou não. Não necessita de resumos. Deve apresentar introdução, desenvolvimento (com subseções, quando for o caso), conclusão e referências.

    O máximo é de 2 mil e 300 palavras (exceto, se o artigo for a convite), incluindo o corpo do manuscrito e as referências somadas.

    As figuras, tabelas e gráficos somados não devem ultrapassar o número de três e cada uma delas deve ocupar uma lauda. Exceto quando o artigo for a convite.

  • Relato/Série de Casos – descrição detalhada e análise crítica de um ou mais casos, atípicos, acompanhado de revisão bibliográfica ampla e atual sobre o tema.

    Deve conter: introdução, relato do caso (resultados), discussão, conclusão, referências.

    O máximo é de 2 mil palavras, incluindo o corpo do manuscrito e as referências somadas.

    As figuras, tabelas e gráficos somados não devem ultrapassar o número de três e cada uma delas deve ocupar uma lauda.

  • Comunicação Breve – descrição de resultados preliminares de pesquisa de natureza empírica, que possam ser apresentados de forma sucinta ou de análise de temas conjunturais, de interesse imediato, de importância para o controle do câncer.

    Deve conter, quando indicado: introdução, método, resultados, discussão, conclusão, referências.

    O máximo é de 2 mil palavras, incluindo corpo do manuscrito e referências somadas.

    As figuras, tabelas e gráficos somados não devem ultrapassar o número de três e cada uma delas deve ocupar uma lauda.

  • Cartas ao Editor – críticas ou comentários breves sobre temas relacionados ao controle do câncer, preferencialmente vinculados a artigos publicados na Revista. No caso de críticas a trabalhos publicados em fascículo anterior da Revista, a carta é enviada aos autores para que sua resposta possa ser publicada simultaneamente. O máximo é de 1.200 palavras, incluindo referências.

  • Resenhas – resenha crítica de livro relacionado ao campo temático do controle do câncer, publicado nos últimos dois anos. O máximo é de 1.200 palavras, incluindo referências.

  • Temas Atuaisem 2020, em razão da pandemia da doença pelo coronavírus 2019 (coronavirus disease 2019 - Covid-19) e da urgência em publicar documentos e artigos sobre esse tema, a equipe editorial da Revista criou esta seção. Nela, são publicados: Notas Técnicas, Orientações, Diretrizes, Recomendações, Reflexões, Comunicações Breves, Artigos de Opinião, Revisões da Literatura, Cartas ao Editor etc., que possuem relevância para os Setores/Profissionais da Saúde.