Segurança e Benefício do Uso de Probióticos em Pacientes Submetidos ao TCTH: Revisão Integrativa

  • Paola Dantas Pinheiro de Oliveira Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
  • Denise Johnsson Campos Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
  • Vaneuza Araújo Moreira Funke Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
  • Sarah Mehl Coradi Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
  • Regina Maria Vilela Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
Palavras-chave: Probióticos, Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas, Hospedeiro Imunocomprometido, Microbioma Gastrointestinal, Imunidade

Resumo

Introdução: O transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) é um dos potenciais tratamentos curativos utilizados para pacientes com doenças hematológicas e outras doenças imunes. Durante o transplante, o paciente é submetido ao condicionamento e a outros tratamentos, como radioterapia e quimioterapia, o que pode causar a perda da diversidade da microbiota intestinal. A manipulação da microbiota intestinal com probióticos vem sendo apontada como uma estratégia de prevenção de complicações nos pacientes submetidos ao TCTH. Objetivo: Identificar se há evidências científicas relacionadas à segurança e aos benefícios da utilização de probióticos em pacientes submetidos ao TCTH. Método: Revisão integrativa com base em estudos que abordassem o uso de probióticos para o caso específico de pacientes submetidos ao TCTH publicados entre 2000 a 2018. Resultados: Foram selecionados cinco estudos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão, com um total de 52 pacientes. A utilização de probióticos na prevenção e/ou tratamento da diarreia tem mostrado resultados positivos em pacientes com diarreia induzida por antibióticos ou por infecções bacterianas, porém os estudos ainda não destacam benefícios no uso de probióticos no caso específico de pacientes submetidos ao TCTH. Poucos estudos mostram o uso de probióticos para auxílio na melhora dos sintomas associados a infecções ou bacteremias em pacientes imunossuprimidos. Conclusão: O uso de probióticos na população submetida ao TCTH e em imunossuprimidos ainda é controverso, sendo necessários mais estudos que demonstrem os benefícios no uso dessa estratégia para esse público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-27
Como Citar
1.
Dantas Pinheiro de Oliveira P, Johnsson Campos D, Araújo Moreira Funke V, Mehl Coradi S, Vilela RM. Segurança e Benefício do Uso de Probióticos em Pacientes Submetidos ao TCTH: Revisão Integrativa. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 27º de janeiro de 2020 [citado 8º de março de 2021];65(4):e-10014. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/14
Seção
REVISÃO DE LITERATURA