Identificação, Prevenção e Tratamento da Síndrome Mão-Pé Induzida por Quimioterapia: Revisão Sistemática

  • Paulina Patente Pereira Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia (MG), Brasil.
  • Reginaldo dos Santos Pedroso Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia (MG), Brasil.
  • Maria Ângela Ribeiro Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia (MG), Brasil.
Palavras-chave: Síndrome Mão-Pé/tratamento farmacológico, Antineoplásicos, Onicomicose, Onicólise, Taxoides

Resumo

Introdução: A síndrome mão-pé é uma reação adversa experimentada por vários pacientes em tratamento para o câncer e fator preditor de morbidade e mortalidade. Objetivo: Avaliar as evidências científicas relacionadas à identificação, prevenção e tratamento da síndrome mão-pé induzida por agentes quimioterápicos, identificar os principais sinais e sintomas que possibilitam o reconhecimento da síndrome e, ainda, discutir a ocorrência de onicomicoses no contexto da síndrome mão-pé. Método: Trata-se de uma revisão sistemática na MEDLINE/PubMed, Biblioteca Virtual da Saúde e Scopus, incluindo literatura cinzenta e busca manual. Os 29 estudos incluídos na revisão foram analisados e classificados segundo a hierarquia dos níveis de evidência Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluations (GRADE) e a confiabilidade entre os examinadores (coeficiente Kappa) foi calculada. Resultados: Foram identificados estudos que demonstraram eficácia na prevenção da síndrome mão-pé com o uso da crioterapia e hidroterapia. Evidenciaram-se resultados satisfatórios com o uso do creme de ureia na prevenção e tratamento, e o uso de piridoxina não apresentou resultados conclusivos. Foram encontrados mecanismos para identificação da síndrome e para classificação dos agentes indutores. O grupo dos taxanos predominou entre os medicamentos indutores da síndrome mão-pé. Conclusão: Existem evidências consistentes, porém não contemplam todos os fármacos indutores da síndrome e não exploram outras manifestações relacionadas às onicólises e onicomicoses. O estudo apresentou resultados que poderão auxiliar os prescritores na identificação da síndrome mão-pé, além de alternativas para prevenção e tratamento. Contudo, vale destacar a necessidade de pesquisas futuras para elucidar a etiologia e protocolos de tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-15
Como Citar
1.
Patente Pereira P, dos Santos Pedroso R, Ângela Ribeiro M. Identificação, Prevenção e Tratamento da Síndrome Mão-Pé Induzida por Quimioterapia: Revisão Sistemática. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 15º de janeiro de 2020 [citado 7º de dezembro de 2021];65(4):e-05363. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/363
Seção
REVISÃO DE LITERATURA