Distribuição da Mortalidade Infantojuvenil por Tumores do Sistema Nervoso Central no Estado do Ceará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2022v68n2.2134

Palavras-chave:

neoplasias do sistema nervoso central/mortalidade, demografia, criança, adolescente

Resumo

Introdução: Os tumores do sistema nervoso central (SNC) são um dos tipos mais comuns de tumores sólidos que acometem crianças. Apresentam heterogeneidade por compreender mais de 100 tipos histológicos definidos com base na origem da célula e outras características histopatológicas. Objetivo: Analisar a distribuição espacial da mortalidade por tumores do SNC em crianças e adolescentes no Estado do Ceará, no período de 2008-2018. Método: Estudo ecológico realizado com dados de fontes secundárias de 2008-2018 disponíveis no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM). Foram calculadas as taxas brutas, o Índice de Moran Global e Local e o risco relativo para todos os óbitos. Resultados: Dos 378 óbitos, 197 eram do sexo masculino (52%), 116 apresentavam a faixa etária entre 5-9 anos (30,7%), 193 eram pardos (51%) e 354 morreram no hospital (93,6%). Os municípios que apresentaram as maiores taxas (49,94 e 99,88 óbitos/1 milhão de habitantes) foram Aracati, Barreira, Catunda, Coreaú e Fortaleza. Pelo Índice de Moran, observou-se a formação de um cluster com padrão alto-alto e significância estatística de distribuição na Mesorregião do Metropolitana de Fortaleza. O município de Pacujá apresentou o maior risco relativo (7,32) seguido do município de Catunda (6,94). Conclusão: As Regiões Norte e Noroeste do Ceará possuem taxas mais elevadas e risco maior para mortalidade por tumores do SNC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; [data desconhecida]. Tipos de câncer: câncer infantojuvenil; [modificado 2022 abr 25; acesso 2021 mar 15]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-infantojuvenil

Louis DN, Perry A, Reifenberger G, et al. The 2016 World Health Organization classification of tumors of the central nervous system: a summary. Acta Neuropathol. 2016;131(6):803-20. doi: https://doi.org/10.1007/s00401-016-1545-1 DOI: https://doi.org/10.1007/s00401-016-1545-1

Sociedade Brasileira de Pediatria. Atuação do pediatra: epidemiologia e diagnóstico precoce do câncer pediátrico [Internet]. Rio de Janeiro: SBP; 2017 mar [acesso 2021 mar 20]. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/publicacoes/C-Doc-Cientifico-Oncologia-Epidemiol-30-mar-17.pdf

Santos SM, Barcellos C, organizadores. Abordagens espaciais na saúde pública [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2006 [acesso 2020 dez 12]. (Série Capacitação e Atualização em Geoprocessamento em Saúde; 1). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/serie_geoproc_vol_1.pdf

Instituto Nacional de Câncer. Câncer na criança e no adolescente no Brasil: dados dos registros de base populacional e de mortalidade [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2008. Introdução; [acesso 2021 abr 15]; p. 19-24. Disponível em: http://www1.inca.gov.br/tumores_infantis/pdf/4_introducao.pdf

Johnson KJ, Cullen J, Barnholtz-Sloan JS, et al. Childhood brain tumor epidemiology: a brain tumor epidemiology consortium review. Cancer Epidemiol Biomarkers Prev. 2014;23(12):2716-36. doi: https://doi.org/10.1158/1055-9965.epi-14-0207 DOI: https://doi.org/10.1158/1055-9965.EPI-14-0207

Medronho RA, Werneck GL. Análise de dados espaciais em saúde. In: Medronho RA, Bloch KV, Luiz RR, et al. Epidemiologia. São Paulo: Atheneu; 2009. p. 493-514.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; [data desconhecida]. Cidades e estados: Ceará; [acesso 2021 abr 14]. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/ce.html

SIM: Sistema de Informação sobre Mortalidade [Internet]. Versão 3.2.1.2. Brasília, DF: DATASUS. [data desconhecida] - [acesso 2021 mar 12]. Disponível em: http://sim.saude.gov.br/default.asp

Organização Mundial da Saúde. CID-10: Classificação Estatística Internacional de Doenças e problemas relacionados à saúde. São Paulo: Edusp; 2008.

Luzardo AJR, Castañeda Filho RM, Rubim IB. Análise espacial exploratória com o emprego do índice de moran. GEOgraphia. 2017;19(40):161-79. doi: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2017.v19i40.a13807 DOI: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2017.v19i40.a13807

Gasparini B, Monteiro GT, Koifman S. Mortalidade por tumores do sistema nervoso central em crianças e adolescentes no Rio de Janeiro, Brasil, 1980-2009. Cad Saúde Colet. 2013;21(3):272-80. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000300007 DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000300007

Curvo HRM, Pignati WA, Pignatti MG. Morbimortalidade por câncer infantojuvenil associada ao uso agrícola de agrotóxicos no estado de Mato Grosso, Brasil. Cad Saúde Colet. 2013;21(1):10-7. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000100003 DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000100003

Karim-kos HE, Hackl M, Mann G, et al. Trends in incidence, survival and mortality of childhood and adolescent cancer in Austria, 1994-2011. Cancer Epidemiol. 2016;42:72-81. doi: https://doi.org/10.1016/j.canep.2016.03.015 DOI: https://doi.org/10.1016/j.canep.2016.03.015

Gittleman H, Kromer C, Ostrom QT, et al. Is mortality due to primary malignant brain and other central nervous system tumors decreasing? J Neurooncol. 2017;133(2):265-75. doi: https://doi.org/10.1007/s11060-017-2449-1 DOI: https://doi.org/10.1007/s11060-017-2449-1

Bravo LE, García LS, Collazos P, et al. Descriptive epidemiology of childhood cancer in Cali: Colombia 1977-2011. Colomb Med (Cali). 2013;44(3):155-64. doi: https://doi.org/10.25100/cm.v44i3.1243 DOI: https://doi.org/10.25100/cm.v44i3.1243

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Incidência, mortalidade e morbidade hospitalar por câncer em crianças, adolescentes e adultos jovens no Brasil: informações dos registros de câncer e do sistema de mortalidade [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2016 [acesso 2021 jan 18]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/publicacoes/livros/incidencia-mortalidade-e-morbidade-hospitalar-por-cancer-em-criancas-adolescentes

Instituto Nacional de Câncer. Mortalidade [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; [2017] [acesso 2021 jan 18]. Disponível em: http://www1.inca.gov.br/wcm/incidencia/2017/pdf/mortalidade.pdf

Freitas C, Muller EV, Kluthcovsky ACGC. Mortalidade por neoplasias do sistema nervoso central em crianças e adolescentes no Paraná e Brasil, entre 1996-2015. R.E.V.I. 2021;37(1):135-49.

Barbosa IM, Sales DS, Arregi MU, et al. Câncer infantojuvenil: relação com os polos de irrigação agrícola no estado do Ceará, Brasil. Ciênc Saúde Colet. 2019;24(4):1563-70. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232018244.06662017 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018244.06662017

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; [data desconhecida]. Sobre o INCA: Ceará; [modificado 2021 jun 15; acesso 2021 jan 28]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/onde-tratar-pelo-sus/ceara

Rigotto RM, Pessoa VM. Estudo epidemiológico da população da região do baixo Jaguaribe exposta à contaminação ambiental em área de agrotóxicos. TEMPUS. 2009;3(4):142-3. doi: https://doi.org/10.18569/tempus.v3i4.752 DOI: https://doi.org/10.18569/tempus.v3i4.752

Downloads

Publicado

2022-06-22

Como Citar

1.
Mota ALC, Barbosa IM, Almeida PC de. Distribuição da Mortalidade Infantojuvenil por Tumores do Sistema Nervoso Central no Estado do Ceará. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 22º de junho de 2022 [citado 8º de agosto de 2022];68(2):e-252134. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/2134

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)