Neutropenia Associada ao Tratamento do Câncer de Mama: Revisão Integrativa da Literatura

Autores

  • Fernanda Mocellin Conte Escola de Ciências da Saúde. Faculdade de Farmácia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Porto Alegre (RS), Brasil.
  • Valéria Sgnaolin Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Porto Alegre (RS), Brasil.
  • Vanessa Sgnaolin Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Porto Alegre (RS), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2019v65n3.307

Palavras-chave:

Neoplasias da Mama, Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos, Neutropenia, Quimioterapia Combinada

Resumo

Introdução: O câncer de mama é a neoplasia mais frequente entre as mulheres e como alternativa para o seu tratamento são utilizados medicamentos quimioterápicos. A neutropenia é a toxicidade hematológica mais séria induzida pelo tratamento quimioterápico. Objetivo: Avaliar, por revisão bibliográfica, a ocorrência de neutropenia em pacientes com câncer de mama, a partir de estudos que abordam diferentes regimes de tratamento quimioterápicos. Método: Revisão integrativa da literatura. Foram coletados dados nas três bases de dados PubMed, Periódicos Capes e LILACS. Os termos utilizados foram neutropenia, breast cancer, chemotherapy e toxicity hematological. Os artigos selecionados foram publicados entre 2013 a 2018. Um total de 101 artigos inicialmente avaliados e 23 selecionados. Para análise dos dados, foram extraídas as informações sobre o número de pacientes incluídas no estudo, a idade e a ocorrência de neutropenia, número total e frequência. Resultados: No total, 19.528 mulheres realizaram tratamento quimioterápico e foram incluídas na pesquisa. Dos 13 medicamentos quimioterápicos relatados nos estudos selecionados, os regimes mais utilizados foram epirrubicina, fluorouracil, ciclofosfamida e docetaxel (FEC-D), docetaxel e ciclofosfamida (TC) e doxorrubicina, ciclofosfamida e docetaxel (AC-T). Todos os regimes terapêuticos estudados causaram neutropenia grau 3 ou 4 como toxicidade hematológica. Em nove estudos, a neutropenia foi superior a 50%. Conclusão: A neutropenia apresenta elevada ocorrência, independente do tratamento quimioterápico utilizado para o tratamento do câncer de mama. Os esquemas mais associados foram platina/taxano e ciclofosfamida/antraciclinas/taxanos, que são os mais frequentemente utilizados por sua elevada eficácia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-12-16

Como Citar

1.
Mocellin Conte F, Sgnaolin V, Sgnaolin V. Neutropenia Associada ao Tratamento do Câncer de Mama: Revisão Integrativa da Literatura. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 16º de dezembro de 2019 [citado 22º de janeiro de 2022];65(3):e-11307. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/307

Edição

Seção

REVISÃO DE LITERATURA