Medidas Antropométricas para o Acompanhamento do Estado Nutricional de Crianças e Adolescentes com Câncer, o que utilizar na Prática Clínica?

Autores

  • Andréa Vieira Pereira Coradine Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.
  • Mara Albonei Dudeque Pianovski Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR).. Curitiba (PR), Brasil.
  • Estela Iraci Rabito Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba (PR), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2015v61n3.519

Palavras-chave:

Avaliação Nutricional, Estado Nutricional, Neoplasias, Criança, Adolescente, Revisão

Resumo

Introdução: A avaliação do estado nutricional de crianças e adolescentes com câncer é fundamental para a elaboração do plano de cuidados nutricionais adequado, entretanto as alterações da própria doença e do tratamento podem dificultar essa avaliação. Objetivo: Descrever quais são os métodos antropométricos mais utilizados na avaliação do estado nutricional de crianças e adolescentes com câncer. Método: Realizou-se revisão sistemática da literatura de publicações referentes à avaliação nutricional de crianças e adolescentes com câncer, dos últimos dez anos nas bases de dados MEDLINE, PubMed, Web of Science e LILACS. Resultados: Foram incluídos nove artigos, nos quais foram destacados a amostra, o objetivo e os métodos de avaliação nutricional utilizados. A avaliação de dados isolados da antropometria como peso e estatura de crianças e adolescentes com câncer não é suficiente, uma vez que essa população apresenta alteração da composição corporal. Conclusão: Na prática clínica, a utilização da circunferência do braço, circunferência muscular do braço e dobra cutânea tricipital é indicada para avaliação e acompanhamento da evolução do estado nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-30

Como Citar

1.
Coradine AVP, Pianovski MAD, Rabito EI. Medidas Antropométricas para o Acompanhamento do Estado Nutricional de Crianças e Adolescentes com Câncer, o que utilizar na Prática Clínica?. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 30º de setembro de 2015 [citado 8º de agosto de 2022];61(3):269-76. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/519

Edição

Seção

REVISÃO DE LITERATURA