Cigarro Eletrônico e Doenças Cardiovasculares

Autores

  • Jaqueline Ribeiro Scholz Programa de tratamento do Tabagismo do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor/HC/FMUSP). São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4139-8516
  • Tania Ogawa Abe Programa de Tratamento do Tabagismo do InCor/HC/FMUSP. São Paulo (SP), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2019v65n3.542

Palavras-chave:

Sistemas Eletrônicos de Liberação de Nicotina, Doenças Cardiovasculares, Nicotina

Resumo

O cigarro eletrônico foi lançado no mercado como um possível redutor de danos à saúde e alardeado como uma possível terapêutica para a cessação do tabagismo convencional. Está bem estabelecido na literatura que o cigarro convencional causa inúmeros malefícios à saúde. O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo e, entre as doenças causadas pelo tabagismo, destacam-se as doenças cardiovasculares, como infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral, e doenças vasculares periféricas. Assim como para o cigarro convencional, não há um nível considerado seguro para o consumo de cigarro eletrônico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-10-02

Como Citar

1.
Scholz JR, Abe TO. Cigarro Eletrônico e Doenças Cardiovasculares. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 2º de outubro de 2019 [citado 6º de dezembro de 2022];65(3):e-03542. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/542

Edição

Seção

ARTIGOS DE OPINIÃO