Internações Hospitalares por Neoplasias no Brasil, 2008-2018: Gastos e Tempo de Permanência

Autores

  • Hebert Luan Pereira Campos dos Santos Instituto Multidisciplinar em Saúde (IMS)/Universidade Federal da Bahia (UFBA). Liga Acadêmica de Oncologia Clínica e Cirúrgica do Sudoeste Baiano. Vitória da Conquista (BA), Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2722-7945
  • Fernanda Beatriz Melo Maciel Instituto Multidisciplinar em Saúde (IMS)/Universidade Federal da Bahia (UFBA). Liga Acadêmica de Oncologia Clínica e Cirúrgica do Sudoeste Baiano. Vitória da Conquista (BA), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-6421-3940
  • Rian Silva de Oliveira Instituto Multidisciplinar em Saúde (IMS)/Universidade Federal da Bahia (UFBA). Liga Acadêmica de Oncologia Clínica e Cirúrgica do Sudoeste Baiano. Vitória da Conquista (BA), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-2162-132X

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2020v66n3.992

Palavras-chave:

Neoplasias, Hospitalização/estatística & dados numéricos, Custos Hospitalares/estatística & dados numéricos, Gastos em Saúde/estatística & dados numéricos, Epidemiologia Descritiva

Resumo

Introdução: As neoplasias representam a segunda causa de morte no Brasil, no entanto, garantir assistência plena e equilibrada ao diagnostico e tratamento nas Regiões do pais segue sendo um dos grandes desafios do sistema de saúde brasileiro. Objetivo: Descrever as taxas de internação por neoplasias no Brasil entre os anos de 2008 e 2018, mensurar os gastos hospitalares e o tempo de permanência das internações por neoplasias no Sistema Único de Saúde (SUS). Método: Estudo ecológico de series temporais com dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS. Resultados: Na serie historia de 2008-2018, houve 7.578.552 internações por neoplasias no SUS, sendo 59% em pacientes do sexo feminino, 20% na faixa etária de 50 a 59 anos, 43% de cor branca e 44% na Região Sudeste do pais. O gasto total das internações hospitalares por neoplasias alcançou R$ 13.225.554.102,73, com permanência media de 5,4 dias de internação por paciente. Conclusão: Este e o primeiro estudo que utiliza como unidade territorial de analise todo o pais; dessa maneira, espera-se que novos estudos envolvendo a morbidade hospitalar no pais sejam desenvolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-08-03

Como Citar

1.
Pereira Campos dos Santos HL, Melo Maciel FB, Silva de Oliveira R. Internações Hospitalares por Neoplasias no Brasil, 2008-2018: Gastos e Tempo de Permanência. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 3º de agosto de 2020 [citado 28º de novembro de 2022];66(3):e-04992. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/992

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL