Impacto da Pandemia da Covid-19 no diagnóstico do Câncer de Boca no Brasil

Autores

  • Adriana Tavares de Moraes Atty Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2271-746X
  • Jeane Tomazelli Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-2472-3444
  • Maria Beatriz Kneipp Dias Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-5847-9830
  • Caroline Madalena Ribeiro Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Rio de Janeiro (RJ), Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2690-5791

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2022v68n4.2675

Palavras-chave:

neoplasias bucais/diagnóstico, detecção precoce de câncer, saúde bucal, epidemiologia descritiva, COVID-19

Resumo

Introdução: A identificação e a investigação de lesões suspeitas na cavidade oral são determinantes para o diagnóstico precoce do câncer de boca. A sobrevida dos casos diagnosticados e a qualidade de vida dos pacientes são diretamente afetadas pelo tratamento oncológico com pior prognostico em tumores avançados. Objetivo: Avaliar o impacto da pandemia da covid-19 na realização de procedimentos diagnósticos para câncer de boca no Brasil. Método: Estudo transversal com dados do Sistema de Informações Ambulatoriais do Sistema Único de Saúde (SIA/SUS). A média de procedimentos diagnósticos registrados mensal, semestral e anualmente no período pré-pandemia (2016 a 2019) foi comparada, por meio da variação percentual, com a produção registrada no período pandêmico (2020). Resultados: Observou-se diminuição dos procedimentos de diagnostico para o câncer de lábio e cavidade oral em 2020 comparado com o período de 2016 a 2019, com exceção das Regiões Sul e Centro-Oeste. A Região Nordeste apresentou a maior variação percentual negativa (-26,2%) entre a média de procedimentos realizados de 2016 a 2019 em comparação ao ano de 2020. Rondônia e Goiás apresentaram variação positiva, 66,2% e 43,5%, respectivamente. O país registrou as maiores reduções percentuais em abril (-43,2%) e em maio (-42,3%) de 2020, retornando a variação positiva apenas em dezembro (10,6%). Com exceção da Região Norte, o segundo semestre de 2020 foi pior do que o primeiro. Conclusão: A pandemia da covid-19 impactou a realização de diagnósticos de câncer de boca. Os achados indicam necessidade de orientações para profissionais de saúde e para a população sobre o caráter de urgência do diagnóstico de câncer de boca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Tong XJ, Shan ZF, Tang ZG, et al. The impact of clinical prognostic factors on the survival of patients with oral squamous cell carcinoma. J Oral Maxillofac Surg. 2014;72(12):2497.e1-10. doi: https://doi.org/10.1016/j.joms.2014.07.001 DOI: https://doi.org/10.1016/j.joms.2014.07.001

Kato MG, Baek CH, Chaturvedi P, et al. Update on oral and oropharyngeal cancer staging - International perspectives. World J Otorhinolaryngol Head Neck Surg. 2020;6(1):66-75. doi: https://doi.org/10.1016/j.wjorl.2019.06.001 DOI: https://doi.org/10.1016/j.wjorl.2019.06.001

Carreras-Torras C, Gay-Escoda C. Techniques for early diagnosis of oral squamous cell carcinoma: systematic review. Med Oral Patol Oral Cir Bucal. 2015;20(3):e305-15. doi: https://doi.org/10.4317/medoral.20347 DOI: https://doi.org/10.4317/medoral.20347

Integrador RHC: Registros Hospitalares de Câncer [Internet]. Rio de Janeiro: INCA. [2012] – [atualizado 2022 abr 12; acesso 2020 nov 22]. Disponível em: https://irhc.inca.gov.br

Kim BG, Kim JH, Kim MI, et al. Retrospective study on factors affecting the prognosis in oral cancer patients who underwent surgical treatment only. Maxillofac Plast Reconstr Surg. 2016;38(1):3. doi: https://doi.org/10.1186/s40902-015-0047-8 DOI: https://doi.org/10.1186/s40902-015-0047-8

Rutkowska M, Hnitecka S, Nahajowski M, et al. Oral cancer: the first symptoms and reasons for delaying correct diagnosis and appropriate treatment. Adv Clin Exp Med. 2020;29(6):735-43. doi: https://doi.org/10.17219/acem/116753 DOI: https://doi.org/10.17219/acem/116753

Stefanuto P, Doucet JC, Robertson C. Delays in treatment of oral cancer: a review of the current literature. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol. 2014;117(4):424-9. doi: https://doi.org/10.1016/j.oooo.2013.12.407 DOI: https://doi.org/10.1016/j.oooo.2013.12.407

Tsai WC, Kung PT, Wang YH, et al. Influence of time interval from diagnosis to treatment on survival for oral cavity cancer: a nationwide cohort study. PLoS One. 2017;12(4):e0175148. doi: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0175148 DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0175148

Walsh T, Warnakulasuriya S, Lingen MW, et al. Clinical assessment for the detection of oral cavity cancer and potentially malignant disorders in apparently healthy adults. Cochrane Database Syst Rev. 2021;12(12):CD010173. doi: http://doi.org/10.1002/14651858.CD010173.pub3 DOI: https://doi.org/10.1002/14651858.CD010173.pub3

Presidência da República (BR). Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019 [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 2020 fev 7 [acesso 2021 maio 12]; Edição 27; Seção 1:1. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/lei-n-13.979-de-6-de-fevereiro-de-2020-242078735

Aquino EML, Silveira IH, Pescarini JM, et al. Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2020;25(Suppl 1):2423-46. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.1.10502020 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.1.10502020

Ministério da Saúde (BR). Gabinete do Ministro. Portaria nº 356, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID-19) [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 2020 fev 7 [acesso 2021 maio 12]; Edição 27; Seção 1:1. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-356-de-11-de-marco-de-2020-247538346

Maringe C, Spicer J, Morris M, et al. The impact of the COVID-19 pandemic on cancer deaths due to delays in diagnosis in England, UK: a national, population-based, modelling study. Lancet Oncol. 2020;21(8):1023-34. doi: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(20)30388-0 DOI: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(20)30388-0

Sud A, Torr B, Jones ME, et al. Effect of delays in the 2-week-wait cancer referral pathway during the COVID-19 pandemic on cancer survival in the UK: a modelling study. Lancet Oncol. 2020;21(8):1035-44. doi: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(20)30392-2 DOI: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(20)30392-2

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Nota técnica: DIDEPRE/CONPREV/INCA: detecção precoce de câncer durante a pandemia de Covid-19 [Internet]. Rio de janeiro: INCA; 2020 mar 3 [acesso 2022 jan 10]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//nota_tecnica_deteccao_precoce_covid_marco_2020.pdf

Migowski A, Corrêa FM. Recomendações para detecção precoce de câncer durante a pandemia de covid-19 em 2021. Rev APS [Internet]. 2020 [acesso 2022 jan 10];23(1):241-6. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/33510

Scott SE, Grunfeld EA, McGurk M. The idiosyncratic relationship between diagnostic delay and stage of oral squamous cell carcinoma. Oral Oncol. 2005;41(4):396-403. doi: https://doi.org/10.1016/j.oraloncology.2004.10.010 DOI: https://doi.org/10.1016/j.oraloncology.2004.10.010

SIA/SUS: Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS [Internet]. Brasília (DF): DATASUS. [data desconhecida] – [acesso 2022 fev 8]. Disponível em: http://sia.datasus.gov.br/principal/index.php

SIGTAP: Sistema de Gerenciamento de Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS [Internet]. Brasília (DF): DATASUS. [2007] - [acesso 2022 fev 8]. Disponível em: http://sigtap.datasus.gov.br/tabela-unificada/app/sec/inicio.jsp

Organização Mundial da Saúde. CID-10: Classificação Estatística Internacional de Doenças e problemas relacionados à saúde. São Paulo: Edusp; 2008.

R: The R Project for Statistical Computing [Internet]. Version 4.0.4. [place unknown]: The R foundation. 2021 Feb 15 - [cited 2020 Nov 22]. Available from: https://www.R-project.org

Wickham H, Averick M, Bryan J, et al. Welcome to the Tidyverse. J Open Source Softw. 2019;4(43):1686. doi: https://doi.org/10.21105/joss.01686 DOI: https://doi.org/10.21105/joss.01686

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana, na forma definida nesta Resolução [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 2016 maio 24 [acesso 2021 maio 12]; Seção 1:44. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2016/res0510_07_04_2016.html

Cunha AR, Antunes JLF, Martins MD, et al. The impact of the COVID-19 pandemic on oral biopsies in the Brazilian National Health System. Oral Dis. 2022;28(Suppl 1):925-8. doi: https://doi.org/10.1111/odi.13620 DOI: https://doi.org/10.1111/odi.13620

Abrantes TC, Bezerra KT, Silva CN, et al. Oral cancer diagnosis during the COVID-19 pandemic in an oral pathology laboratory in Rio de Janeiro, Brazil. Oral Dis. 2022;28 (Suppl 1):997-8. doi: https://doi.org/10.1111/odi.13669 DOI: https://doi.org/10.1111/odi.13669

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Relatório sobre o cenário assistencial e epidemiológico do câncer de lábio e cavidade oral no Brasil [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2020 [acesso 2022 jan 1]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document/relatorio_cancer_de_boca_2020_0.pdf

El-Naggar AK, Chan JKC, Grandis JR, et al., editors. WHO classification of head and neck tumours. 4th ed. Vol. 9. Lyon (France): International Agency for Research on Cancer; 2017.

Ribeiro CM, Correa FM, Migowski A. Efeitos de curto prazo da pandemia de COVID-19 na realização de procedimentos de rastreamento, investigação diagnóstica e tratamento do câncer no Brasil: estudo descritivo, 2019-2020. Epidemiol Serv Saúde. 2022;31(1):e2021405. doi: https://doi.org/10.1590/S1679-49742022000100010 DOI: https://doi.org/10.1590/s1679-49742022000100010

Coma E, Guiriguet C, Mora N, et al. Impact of the COVID-19 pandemic and related control measures on cancer diagnosis in Catalonia: a time-series analysis of primary care electronic health records covering about five million people. BMJ Open. 2021;11(5):e047567. doi: https://doi.org/10.1136/bmjopen-2020-047567 DOI: https://doi.org/10.1136/bmjopen-2020-047567

Araújo TM, Lua I. O trabalho mudou-se para casa: trabalho remoto no contexto da pandemia de COVID-19. Rev Bras Saúde Ocup. 2021;46:e27. doi: https://doi.org/10.1590/2317-6369000030720 DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369000030720

Levorato CD, Mello LM, Silva AS, et al. Fatores associados à procura por serviços de saúde numa perspectiva relacional de gênero. Ciênc Saúde Coletiva. 2014;19(4):1263-74. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232014194.01242013 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232014194.01242013

Malta DC, Gomes CS, Szwarcwald CL, et al. Distanciamento social, sentimento de tristeza e estilos de vida da população brasileira durante a pandemia de Covid-19. Saúde Debate. 2020;44(Spe 4):177-90. doi: https://doi.org/10.1590/0103-11042020E411 DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042020e411

Um balanço da pandemia em 2020. Boletim Observatório Covid-19 [Internet]. 2020 jan 12 [acesso 2021 maio 12]. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/45793/2/boletim_observatorio_covid_balan%C3%A7o_2020.pdf

American Dental Association. What constitutes a dental emergency? [Internet]. Chicago: ADA; [date unknown] [cited 2021 May 12]. Available from: https://www.pattersondental.com/media/default/pdfs/ada-covid19-what-constitutes-a-dental-emergency.pdf

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 04/2020. Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo Novo Coronavírus (SARS-CoV-2) [Internet]. Brasília (DF): ANVISA; 2020 jan 30 [atualizada 2021 set 9; acesso 2021 maio 12]. Disponível em: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/centraisdeconteudo/publicacoes/servicosdesaude/notas-tecnicas/nota-tecnica-gvims_ggtes_anvisa-04-2020-09-09-2021.pdf

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção Primária à Saúde, Departamento de Saúde da Família. Guia de orientações para atenção odontológica no contexto da Covid-19 [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2021 [acesso 2021 maio 12]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_orientacoes_odontologica_covid19.pdf

Associação de Medicina Intensiva Brasileira; Conselho Federal de Odontologia. Recomendações AMIB/CFO para enfretamento da COVID- 19 na odontologia [Internet]. 3. ed. atual. São Paulo: AMIB; 2020 [acesso 2021 maio 12]. Disponível em: https://website.cfo.org.br/wp-content/uploads/2020/07/Recomendac%CC%A7o%CC%83es-AMIB-CFO-Covid-19-atualizada-.pdf

Kowalski LP, Oliveira MM, Lopez RVM, et al. Survival trends of patients with oral and oropharyngeal cancer treated at a cancer center in São Paulo, Brazil. Clinics. 2020;75:e1507. doi: https://doi.org/10.6061/clinics/2020/e1507 DOI: https://doi.org/10.6061/clinics/2020/e1507

Nowińska M, Dziekońska J, Grabowy P, et al. Delays in cancer diagnosis, with a focus on oral cancer during the COVID-19 pandemic - literature review. J Educ Health Sport. 2021;11(9):162-9. doi: https://doi.org/10.12775/JEHS.2021.11.09.021 DOI: https://doi.org/10.12775/JEHS.2021.11.09.021

Downloads

Publicado

2022-09-28

Como Citar

1.
Atty AT de M, Tomazelli J, Dias MBK, Ribeiro CM. Impacto da Pandemia da Covid-19 no diagnóstico do Câncer de Boca no Brasil. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 28º de setembro de 2022 [citado 28º de novembro de 2022];68(4):e-042675. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/2675

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>