Efeito do Suplemento Nutricional Enriquecido com Ácido Eicosapentaenoico na Massa Magra de Indivíduos com Câncer de Cavidade Oral em Pré-Tratamento Oncológico: um Ensaio Clínico

Autores

  • Bruna Cristina dos Santos Cruz Federal University of Viçosa (UFV). Viçosa (MG), Brazil. https://orcid.org/0000-0003-1248-7066
  • Thayana Calixto de Carvalho Oswaldo Cruz Foundation (Fiocruz). Rio de Janeiro (RJ), Brazil. https://orcid.org/0000-0002-4726-0630
  • Danúbia da Cunha Antunes Saraiva National Cancer Institute Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Nutrition and Dietetic Service. Rio de Janeiro (RJ), Brazil. https://orcid.org/0000-0003-1849-2894
  • Adriana dos Santos National Cancer Institute Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Nutrition and Dietetic Service. Rio de Janeiro (RJ), Brazil. https://orcid.org/0000-0002-4494-6450
  • Patrícia Fonseca dos Reis National Cancer Institute Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Nutrition and Dietetic Service. Rio de Janeiro (RJ), Brazil. https://orcid.org/0000-0001-6399-8718

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2021v67n1.868

Palavras-chave:

Neoplasias Bucais/tratamento farmacológico, Suplementos Nutricionais, Ácido Eicosapentaenoico/administração & dosagem, Composição Corporal/efeitos dos fármacos, Estado Nutricional

Resumo

Introdução: O câncer de cavidade oral é considerado um problema de saúde pública no mundo. A desnutrição é prevalente nessa população, aumentando a morbimortalidade. A suplementação com ácido eicosapentaenoico tem sido proposta para reverter o catabolismo proteico e modular processos inflamatórios. Objetivo: Avaliar o efeito do suplemento nutricional enriquecido com ácido eicosapentaenoico no peso corporal e massa magra de pacientes com câncer de cavidade oral. Método: Ensaio clínico realizado com pacientes em pré-tratamento oncológico. Os pacientes foram randomizados para receber suplemento nutricional com ácido eicosapentaenoico (2 g/dia) ou placebo. Os parâmetros nutricionais (peso, estatura, composição corporal e ingestão alimentar) foram avaliados no início (T0) e após quatro semanas de suplementação (T1). O teste-t pareado ou de Wilcoxon foram usados nas comparações intragrupos. As associações entre as variáveis categóricas foram verificadas por meio do teste do χ² ou Exato de Fisher. A regressão logística foi aplicada para identificar a chance de perder peso. As diferenças foram consideradas significativas quando p<0,05. Resultados: Não foi observada diferença significativa nos parâmetros nutricionais entre os grupos após a intervenção. No entanto, considerando cada grupo no início e no final do estudo, observou-se que os pacientes do grupo controle apresentaram perda de peso significativa (T0: 57,2 kg T1: 56,4 kg), redução no índice de massa corporal (T0: 22,6 kg/mT1: 22,0 kg/m2), massa gorda (T0: 17,3 kg T1: 15,3 kg) e circunferência do braço (T0: 27,4 cm T1: 26,8 cm). Aqueles que receberam suplemento com ácido eicosapentaenoico tiveram 80% menos chance de perder peso (95% IC: 0,045-0,860; OR: 0,19). Conclusão: Este estudo produziu dados que sugerem que pacientes com câncer de cavidade oral podem se beneficiar com o uso de suplemento nutricional contendo ácido eicosapentaenoico no pré-tratamento oncológico. Número de Registro: U1111-1177-3678.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

1.
Cruz BC dos S, Carvalho TC de, Saraiva D da CA, Santos A dos, Reis PF dos. Efeito do Suplemento Nutricional Enriquecido com Ácido Eicosapentaenoico na Massa Magra de Indivíduos com Câncer de Cavidade Oral em Pré-Tratamento Oncológico: um Ensaio Clínico. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 29º de dezembro de 2020 [citado 29º de fevereiro de 2024];67(1):e-05868. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/868

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)