Análises das Demandas e Cenários de Apoio para Sobreviventes de Câncer: Revisão Integrativa

Autores

  • Andréia Rosangela Delli Paoli Rocha Faculdade de Educação em Saúde Oswaldo Cruz. São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-6147-8687
  • Erika Yuri Lee Faculdade de Educação em Saúde Oswaldo Cruz. São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7456-8350
  • Heloisa Maria Jorviguinoviti dos Reis Faculdade de Educação em Saúde Oswaldo Cruz. São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-3519-0700
  • Edvane Birelo Lopes De Domenico Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Escola Paulista de Enfermagem (EPE), Departamento de Enfermagem Clínica e Cirúrgica. Acolhe-Onco. Grupo de Estudo em Prática e Educação Baseadas em Evidências (GEPEBE). São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7455-1727
  • Maria das Graças Silva Matsubara Unifesp/EPE/GEPEBE. Hospital A. C. Camargo Cancer Center. Faculdade de Educação em Saúde Oswaldo Cruz. São Paulo (SP), Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9943-6722

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2021v67n4.1417

Palavras-chave:

Oncologia, Sobreviventes de Câncer, Enfermagem Oncológica, Assistência Integral à Saúde, Literatura de Revisão como Assunto

Resumo

Introdução: A sobrevivência do câncer é um processo que começa no diagnóstico e continua por toda a vida, trazendo uma série de desafios adicionais à saúde. Objetivo: Analisar as demandas e o modelo de atendimento para o apoio ao sobrevivente de câncer. Método: Revisão integrativa de literatura sobre demandas e cenários de apoio para sobreviventes de câncer, nas bases de dados LILACS, MEDLINE, IBECS, SciELO e Biblioteca Cochrane, que buscou artigos publicados entre janeiro de 2015 a março de 2020. Resultados: Foram encontrados 90 artigos, sendo 20 compatíveis com o objetivo do estudo. A estrutura necessária para apoiar o sobrevivente de câncer é múltipla e dela participam: hospitais, centros oncológicos e espaços na comunidade. Houve unanimidade em relação a intervenções clínicas e educativas solicitadas pelos pacientes. Estudos apontam atuação multidisciplinar, com presença de sintomas nos domínios físico, psicológico e socioecológico. A atuação do enfermeiro foi citada por 19 estudos e envolveu desde o cuidado clínico até a coordenação e atuação quanto ao aconselhamento e orientação para a mudança de comportamentos prejudiciais à saúde. Verificaram-se oito estudos que citaram a American Society of Clinical Oncology como entidade norteadora das intervenções. Conclusão: As demandas dos sobreviventes incluem acompanhamento clínico, apoio psicológico, orientações de cuidados primários e estilo de vida saudável. As redes de apoio devem ser amplas e conduzidas principalmente por enfermeiros, embasadas em diretrizes sustentadas por evidências científicas e ou entidades especializadas com foco nos sintomas relacionados aos domínios físico, psicológico e socioecológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-08

Como Citar

1.
Rocha ARDP, Lee EY, Reis HMJ dos, De Domenico EBL, Matsubara M das GS. Análises das Demandas e Cenários de Apoio para Sobreviventes de Câncer: Revisão Integrativa. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 8º de dezembro de 2021 [citado 1º de fevereiro de 2023];67(4):e-221417. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/1417

Edição

Seção

REVISÃO DE LITERATURA