Avaliação Subjetiva Global Produzida pelo Próprio Paciente e Indicadores de Risco Nutricional no Paciente Oncológico em Quimioterapia

Autores

  • Nayara de Souza Gomes Programa de Residência em Nutrição (PRN)/HC/UFPE. Recife (PE), Brasil.
  • Regiane Maio Universidade Federal de Pernambuco. Recife (PE), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2015v61n3.253

Palavras-chave:

Avaliação Nutricional, Estado Nutricional, Quimioterapia, Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos, Neoplasias

Resumo

Introdução: A Avaliação Subjetiva Global Produzida pelo Próprio Paciente é recomendada durante a assistência nutricional em oncologia para detecção precoce do risco nutricional ou desnutrição. A localização do tumor e o esquema quimioterápico podem por si só auxiliar na detecção do risco nutricional. Objetivo: Descrever a classificação do estado nutricional, segundo método subjetivo, e os indicadores de risco nutricional no paciente oncológico em quimioterapia. Método: Estudo descritivo do tipo série de casos, realizado no setor de quimioterapia de um hospital universitário, de agosto a dezembro de 2014. Participaram da pesquisa indivíduos adultos e idosos, de ambos os sexos, com idade ≥20 anos, diagnosticados com câncer, acompanhados ambulatorialmente e que haviam iniciado o primeiro ciclo de quimioterapia. A localização do tumor e a terapia antineoplásica foram utilizadas como indicadores de risco nutricional. A avaliação nutricional foi realizada pela Avaliação Subjetiva Global Produzida pelo Próprio Paciente. Resultados: Foram estudados 30 pacientes, com idade média de 49,1±16,4 anos. Vinte e cinco entrevistados (83%) eram tratados exclusivamente com quimioterapia. Segundo a localização do tumor e o esquema quimioterápico, 67% e 100%, respectivamente, foram considerados de médio a alto risco nutricional. Pela avaliação subjetiva, 17 (56,7%) apresentaram risco nutricional ou desnutrição moderada (grau B) e seis (20%) desnutrição grave (grau C). Pela pontuação obtida no formulário subjetivo, a necessidade de intervenção nutricional foi verificada em 23 (76,7%). Conclusão: Na amostra estudada, foram elevadas as frequências de tumores e terapias agressivas de risco nutricional/desnutrição, assim como de necessidade de indicação de terapia nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-30

Como Citar

1.
Gomes N de S, Maio R. Avaliação Subjetiva Global Produzida pelo Próprio Paciente e Indicadores de Risco Nutricional no Paciente Oncológico em Quimioterapia. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 30º de setembro de 2015 [citado 6º de outubro de 2022];61(3):235-42. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/253

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)