Avaliação e Indicação Nutricional em Pacientes Oncológicos no Início do Tratamento Quimioterápico

Autores

  • Idrejane Aparecida Vicari do Vale Programa de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde da UFPel. Pelotas (RS), Brasil
  • Rafaela Bülow Bergmann Universidade Católica de Pelotas (UCPel). RS, Brasil
  • Patrícia Abrantes Duval Hospital Escola da UFPel. Pelotas (RS), Brasil
  • Carla Alberici Pastore Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Pelotas (RS), Brasil
  • Lúcia Rota Borges Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Pelotas (RS), Brasil
  • Renata Torres Abib Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

DOI:

https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2015v61n4.227

Palavras-chave:

Neoplasias, Estado Nutricional, Avaliação Nutricional, Quimioterapia

Resumo

Introdução: O diagnóstico precoce de problemas nutricionais pode melhorar o prognóstico dos pacientes oncológicos. Objetivo: Identificar pela Avaliação Subjetiva Global Produzida Pelo Paciente (ASG-PPP), a necessidade de intervenção nutricional e seus fatores associados em pacientes prestes a iniciar quimioterapia. Método: Estudo transversal realizado com dados secundários. Todos os pacientes acima de 18 anos, que iniciaram quimioterapia no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas, entre maio de 2011 a dezembro de 2012, foram incluídos. Foi aplicada a todos os pacientes a ASG-PPP. As demais variáveis foram obtidas dos prontuários dos pacientes. Os dados foram digitados no programa Microsoft Excel 2007®. As análises estatísticas foram realizadas no programa Stata® 11.2. Realizaram-se análises bivariadas por meio de testes qui-quadrado e regressão de Poisson com variância robusta, adotando-se um nível de significância de 5%. Resultados: 40,4%; 46,8%; e 12,8 dos pacientes foram classificados como bem nutridos, moderadamente desnutridos e gravemente desnutridos, respectivamente. A maior pontuação da ASG-PPP associou-se com idade superior a 60 anos (p<0,001), doença em estadiamento III (p=0,030) e tumores de cabeça e pescoço, e pulmão (p=0,006). Pacientes idosos e com doença avançada apresentaram, respectivamente, 1,53 e 1,85 vezes mais necessidade crítica de intervenção nutricional quando comparados aos pacientes adultos e os com estadiamentos I e II. Conclusão: A maioria dos pacientes estava moderadamente ou gravemente desnutrida, com necessidade crítica de intervenção nutricional nos idosos, com estadiamento III e com tumores de cabeça e pescoço, e de pulmão. Apresentaram probabilidade maior de intervenção nutricional crítica os idosos e os com doença avançada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

1.
do Vale IAV, Bergmann RB, Duval PA, Pastore CA, Borges LR, Abib RT. Avaliação e Indicação Nutricional em Pacientes Oncológicos no Início do Tratamento Quimioterápico. Rev. Bras. Cancerol. [Internet]. 31º de dezembro de 2015 [citado 28º de junho de 2022];61(4):367-72. Disponível em: https://rbc.inca.gov.br/index.php/revista/article/view/227

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)